Fui chamado para uma entrevista de emprego! E agora?

É muito provável que você fique nervoso ao ser chamado para uma entrevista de emprego, mas é importante você saber que o entrevistador também está nervoso. Durante um processo de seleção, há uma pressão muito grande sobre o entrevistador para que ele faça a escolha certa, portanto, você deverá mostrar para ele, em pouquíssimo tempo, que é o candidato certo para a vaga, através de uma comunicação precisa, seja ela verbal ou não verbal.

Quando um entrevistador chama um candidato para uma entrevista, certamente ele já percorreu centenas de currículos antes de chegar até você. Nesse momento, ele deverá encontrar um candidato certo para atender as necessidades da empresa e corre o risco de errar durante essa escolha, o que causará perdas significativas para uma empresa, tanto de tempo, quanto de recursos. Tony Hsieh, diretor executivo da Zappos, loja online de roupas e calçados, disse em uma entrevista que contratações erradas causaram uma perda de mais de U$ 100 milhões em sua companhia. Ou seja, esse entrevistador, que possui pouco tempo de decisão para fazer uma escolha certa, depende mais da sua assertividade do que você depende da escolha dele.

Um processo de entrevista, como o próprio nome já diz, é baseado em uma série de perguntas feitas pelo entrevistador, onde ele tentará descobrir se você se encaixa no perfil da vaga. Perguntas como "Quem é você?" ou "Qual experiência você já teve nessa área?" são extremamente comuns, portanto, tenha em mente três coisas:

1. Estude a empresa que te ofereceu a vaga.
Faça uma pesquisa sobre os produtos ou serviços que a empresa desenvolve e entenda as necessidades que a vaga que você está concorrendo. Essa preparação é fundamental para não ser pego de surpresa por uma pergunta inesperada que o entrevistador poderá fazer.

2. Prepare-se com exemplos de experiências que você realizou anteriormente.
Durante a entrevista, o entrevistador avaliará um conjunto de competências, habilidades e atitudes que você possui. Nesse momento é importante que você esteja preparado com suas cinco principais qualidades que quer evidenciar a ele. Supondo que você esteja concorrendo a uma vaga de designer gráfico em uma empresa multinacional, talvez seja importante destacar: 1. Sua experiência de 10 anos na área; 2. Seu extenso portfólio de designs originais; 3. Sua experiência na construção de websites; 4. Sua habilidade ímpar na edição de imagens; 5. Sua fluência em três idiomas. Esses cinco pontos, exemplificados aqui, devem ser amarrados em uma boa resposta que não deve tomar mais do que um minuto. Seja sucinto e assertivo.

3. Esteja preparado para vender você como a solução ideal para a demanda do entrevistador.
Um entrevistador possui um enorme poder de decisão em suas mãos, sendo que se você desagradá-lo de alguma forma, ele certamente irá eliminar você do processo seletivo. Nesse sentido, adotar uma postura soberba ou extremamente humilde poderá desqualificá-lo. Pense que você está dirigindo em uma rodovia com três pistas, sendo que uma das pistas laterais é cheia de arrogância e a outra de humildade. Ande na pista do meio sem comer faixa! Isso exalta sua autoconfiança e mostra ao entrevistador que você é capaz de assumir esse desafio!

É muito comum o entrevistador perguntar sobre uma situação desafiadora que você viveu. Essa análise, em um modelo chamado de entrevista por competências, avaliará o contexto que você vivenciou, as ações que teve para conter a situação e os resultados para o time. Esses três elementos: contexto, ação e resultado (CAR) ajudarão o entrevistador a entender seu perfil de ação em situações complexas para entender se você é o candidato adequado para a vaga que ele está ofertando, portanto, antes de uma entrevista, estude a empresa e a vaga com muito cuidado e pense em situações relevantes que possa compartilhar com o entrevistador.

Em algum momento da entrevista, pode ser que o entrevistador pergunte a você se há algo que queira saber sobre o emprego. Essa abertura para questionamentos é muito importante, pois demonstrará rapidamente o seu interesse sobre a vaga. Perguntas bem formuladas e perspicazes sobre a empresa e o trabalho garantirão pontos positivos para você, ao passo que se você se ater a perguntas relacionadas com salários e benefícios podem dar a impressão ao entrevistador que você só está preocupado com isso. Lembre-se: perguntas demonstram sua motivação.

Por fim, mas não menos importante, atente para a sua comunicação não verbal, que, neste caso envolverá muito a sua postura e imagem. Seja cortês e positivo, cumprimentando o entrevistador com um sorriso e um firme aperto de mãos. Mantenha sempre o contato visual e atente para suas expressões faciais de dúvida e desconforto. Prefira uma roupa mais formal, mesmo que a empresa prefira a informalidade e não exagere nos acessórios ou maquiagem. Procure um caminho neutro.

Durante a minha carreira, tive a oportunidade de entrevistar diversos candidatos que fizeram parte da minha equipe. Escolhi pessoas que estavam preocupados comigo e com a demanda que possuía naquele momento e com essas pessoas construí fortes vínculos que duram até hoje.

Prepare-se bem para sua entrevista e não se intimide pelo entrevistador. Lembre-se de que ele precisa de você!

CONVITE: 5 FASES DE UM CONFLITO

PARTICIPE DA AULA GRATUITA NA PRÓXIMA SEMANA!
ÚLTIMAS VAGAS!

Foto por Tim Gouw / Unsplash

Rodrigo Orellana
Professor, autor e entusiasta da Psicologia e da Educação